Inscreva-se para receber atualizações!

Anuncie aqui!!

sábado, 26 de julho de 2014

Como adquirir os livros de Emerson Wendt?



Resolvi fazer esta postagem em virtude dos questionamentos em como adquirir os livros que escrevi/organizei com colegas delegados de outros Estados e do RS. Assim, lá vai:

2ª Edição do livro Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação (escrito em parceria com o Dr. Higor Jorge):

- Direto no site da editora Brasport, neste link. As livrarias poderão contatar a editora e obter livros em consignação. Em datas especiais a Brasport faz promoções de até 30% de desconto!

- eBook: a editora Brasport disponibilizou a aquisição do livro em formato eBook, o que pode ser feito neste link (1ª Edição) ou neste link (2ª Edição). O preço é mais atraente, pois fica pela metade do valor do livro impresso.

1ª Edição do livro Inteligência Digital (escrito em parceria com o Dr. Alesandro Gonçalves Barreto):

- Pelo site da editora Brasport, neste link. Como toda a primeira impressão foi vendida, a editora já providenciou a impressão de outra leva de livros.

- eBook: a editora Brasport disponibilizou a aquisição do livro em formato eBook, o que pode ser feito neste link (1ª Edição).

Também, recentemente foi lançado o livro Investigação Criminal - Ensaios sobre a arte de investigar crimes, organizado em conjunto com o Prof. e Dr. Fábio Motta Lopes, Delegado de Polícia Civil do Rio Grande do Sul, com artigos de 16 delegados de polícia civil do RS:

- Pelo site da editora Brasport, neste link. As livrarias poderão contatar a editora e receber livros em consignação. Também existem alguns períodos de promoção, com grande porcentagem de desconto.

- eBook: a editora Brasport deverá disponibilizar em breve a aquisição do livro em formato eBook.

Como podem ter visto, desabilitei a opção de enviar livros diretamente. Na verdade, falta-me tempo para isso. Abraços a tod@s.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Bitdefender Internet Security - análises e funcionalidades da ferramenta de proteção

Como os leitores deste blog sabem, seguidamente faço promoções conjuntas com empresas antivírus e, também, por vezes, elas me disponibilizam uma licença para teste. No caso da Bitdefender, além de já ter feito promoções no passado, há um pouco mais de 30 dias a representante no Brasil me enviou uma licença para análise (do Bitdefender Internet Security 2014 - BIS-14). Não é objetivo aqui fazer uma análise completa de todas as funcionalidades, mas daquelas mais úteis a usuários básicos e de conhecimento médio. Importante destacar que, segundo a AV-Comparatives, o Bitdefender Internet Security 2014 tem 98% de proteção (pág. 5).


Instalei o produto (fácil instalação e configuração), possuindo uma interface amigável para os usuários. O BIS-14 é uma boa escolha para um pacote de segurança de boa qualidade e com um impacto mínimo no desempenho do PC, ou seja, para aqueles que não tem um PC tão potente. Tem tecnologia de verificação não intrusiva e bastante rápida, possibilitando uma segurança para os seus dados, suas transações online e sua identidade digital, além de ser uma ótima opção para o acompanhamento das atividades online dos seus filhos, restringindo acessos. Também, protege a conexão à Internet com seu firewall.

Outros aspectos importantes: 
- proteção da privacidade, fazendo a destruição de arquivos sem possibilidade de recuperação;
- análise rápida (Quick Scan), em menos de 1 minuto, de todo o sistema, com log dos arquivos analisados;
- possibilidade de agendar tarefas, como a análise rápida e análise completa;
- identificação de vulnerabilidades, como senha de baixa segurança na máquina etc.

Fiz alguns questionamentos à empresa, os quais reputo importantes serem colocados neste post.

1.       O rastreamento remoto, em caso de furto/roubo/perda, é automático com essa licença ou depende de agregação de outro serviço, plano? Ou o rastreamento é só para dispositivos móveis?
O dispositivo antifurto está disponível no Bitdefender Total Security (http://www.bitdefender.com.br/solutions/total-security.html). Ele possui o rastreamento de laptops apenas. Para rastreamento de dispositivos móveis temos o Bitdefender Mobile Security & Antivírus. Pra quem quer proteger desktops, laptops e dispositivos móveis ao mesmo tempo, temos o Bitdefender Family Pack. As licenças dessa solução são vendidas por número de membros da família, e os dispositivos são ilimitados: http://www.bitdefender.com.br/solutions/family-pack.html.

2.       Uma licença (qual valor?) abrange quantos computadores ou devices?
Para o Bitdefender Internet Security os valores são os seguintes:
1PC / 1 Ano = R$94,95 (seguidamente tem ofertas, com valores módicos - R$ 35,00)
3PCs / 1 Ano = R$134,95
5PCs / 1 Ano = R$209,95
10PCs / 1 Ano = R$339,95
A Bitdefender vende também licenças válidas por mais de um ano. Na página http://www.bitdefender.com.br/solutions/internet-security.html, é só escolher os campos ao lado do preço do Internet Security para verificar as outras combinações de licenças e os respectivos preços.

3.       Qual o índice de avaliação do antivírus pelas ferramentas internacionais de avaliações de antivírus?
Já há alguns anos o Bitdefender tem ficado sempre no Top 3 dos testes de organizações independentes como AV-Test e AV-Comparatives, além de premiações da PCMag e Virus Bulletin (VBSpam+). Em Janeiro de 2014, ganhamos os prêmios mais importantes da AV-Test, e fomos a primeira solução a vencer "Melhor Proteção" e "Melhor Performance" ao mesmo tempo. A Bitdefender também confirmou sua liderança com os títulos de "Melhor Antivírus de 2014" e duas Escolhas do Editor da PCMAG, e em 2013 de Escolha do Editor da CNET. 
A lista completa das premiações mais recentes estão nessa página:http://www.bitdefender.com.br/site/view/awards.html.


Outro ponto questionado foi sobre a abrangência da proteção a outros sistemas, principalmente iOS. Em resposta, obtive:

A Apple não deixa criar apps antivírus para tablets e telefones, então fazemos apenas para laptops e desktops. Até chegamos a fazer um app de segurança, o Clueful, e ele ficou um tempo na App Store, mas ele foi retirado de lá pela Apple e nunca mais voltou. Por causa disso, deixamos o app funcionando num site: http://www.cluefulapp.com/. Pra Android ele está na Google Play.Para Mac há os seguintes apps:
- Antivirus for Mac - http://www.bitdefender.com/solutions/antivirus-for-mac.html- Bitdefender Adware Removal Tool - http://www.bitdefender.com/solutions/adware-removal-tool.html- Virus Scanner for Mac - http://www.bitdefender.com/solutions/virus-scanner-for-mac.html- Virus Scanner Plus (versão paga) - https://itunes.apple.com/us/app/virus-scanner-plus/id595374522?mt=12- Bitdefender Mechanic - http://www.bitdefender.com/solutions/mechanic.html
No Brasil o Antivírus para Mac está disponível no site apenas no Bitdefender Family Pack, com proteção Windows + Mac + Android pra membros da família, em dispositivos ilimitados: http://www.bitdefender.com.br/solutions/family-pack.html. Todos os outros apps pra Mac só podem ser baixados no site em inglês ou na Mac App Store.
Minha satisfação com o produto, após testa-lo: ótima!

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Lançamento do livro sobre Investigação Criminal

Volto aqui, depois de um longo tempo afastado (em razão do trabalho e do Mestrado), para convida-los, "todos e todas", a prestigiarem o lançamento do livro Investigação Criminal - Ensaios sobre a arte de investigar crimes, de artigos, organizado por mim e pelo colega Fábio Motta Lopes.

O lançamento será no dia 1º de julho, às 19h, na sede da Associação dos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul, conforme folder:


Como referido, o livro é composto de artigos, escritos por Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Sul, abordando três temas gerais:

- FUNÇÃO CONSTITUCIONAL E LIMITES DAS POLÍCIAS JUDICIÁRIAS

Apresentação por Fábio Motta Lopes

A Constitucionalidade do Acesso a Informações pela Autoridade Policial e pelo Ministério Público nos Moldes do Artigo 17-B da Lei nº 9.603 de 1998 (João Gabriel Parmeggiani Pes)

As Excludentes de Ilicitude Penal e a Possibilidade de Reconhecimento pelo Delegado de Polícia na Atividade Policial (Marino Franceschi)

Nova Lei Seca (Lei nº 12.760/12): Novos Equívocos (Luciana Peres Smith)

A Análise das Excludentes de Ilicitude pela Autoridade Policial na Autuação em Flagrante Delito (Taís Bee Wittée Neetzow)

- MODERNAS TÉCNICAS DE INVESTIGAÇÃO POLICIAL E REPRESSÃO QUALIFICADA

Apresentação por Emerson Wendt

A Ação Controlada e a Infiltração Policial na Nova Lei do Crime Organizado (Emerson Wendt e Fábio Motta Lopes)

Drogas: Instrumentos Relevantes de Repressão Qualificada ao Tráfico e a Necessária Abordagem da Prevenção ao Uso Indevido à Luz da Lei nº 11.343/06 (Fernanda Seibel Aranha)

A Investigação Criminal na Lei de Drogas: Infiltração de Agentes Policiais e Flagrante Postergado (Ação Controlada) (Maria Rosane Fontela Nunes)

Medidas Cautelares Reais Aplicáveis Durante a Investigação de Crimes de Lavagem de Dinheiro (Rodrigo Marquardt da Silveira)

Os Delitos de Poluição Ambiental Previstos pela Lei nº 9.605/98 e sua Investigação Criminal (Elisangela Melo Reghelin)

Infiltração Policial (Adilson José da Silva)

- INOVAÇÕES LEGISLATIVAS E DISCUSSÕES REFERENTES À INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Apresentação da temática

O Ciclo Completo de Polícia e suas Deficiências, Incongruências e Inconstitucionalidades (Clarissa Kolowski Rodrigues)

Análise Técnico-jurídica da Lei Carolina Dieckmann (Cristiane Machado Pires Ramos)

O Encontro Fortuito de Provas na Atividade Policial (Marco Aurelio Schalmes da Silva)

O Papel Multidisciplinar do Delegado de Polícia na Condução de Inquéritos Policiais de Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes (Marina Machado Dillenburg)

A Investigação Criminal pelo Ministério Público: uma Interpretação Constitucional (Rafael Soccol Sobreiro)

Maiores informações sobre aquisição do livro, no site da editora Brasport, neste link.

Boa leitura!!

domingo, 4 de maio de 2014

Agenda: participação em painel no Fórum de TI do Banrisul

Olá! Passo aqui para registrar o próximo evento que participarei, também como painelista, já trazendo para o debate um pouco daquilo que ando pesquisando/estudando.

O evento é o Fórum de TI do Banrisul (http://www.forumtibanrisul.com.br/), do qual já fui ouvinte. Vários painéis são adequados ao contexto atual da sociedade contemporânea e tecnológica. O painel que participo é no primeiro dia do evento, à tarde, conforme segue:

Painel 3 - PROTEÇÃO DE DADOS E LEGISLAÇÃO

A sociedade atual, alicerçada na tecnologia da informação, está despertando para os benefícios e riscos da grande massa de dados que está armazenada em todos os cantos do planeta, sendo que os riscos se tornaram mais evidentes com a divulgação de acessos indevidos a dados de pessoas e empresas. Essa junção de benefícios e riscos representa um desafio crescente para juristas e legisladores, que buscam fornecer uma infraestrutura legal que proporcione tranquilidade à sociedade.
Nesse painel teremos a oportunidade de tomar conhecimento dos rumos que a legislação brasileira está seguindo para atender as novas demandas, das tendências, ameaças e riscos relacionados com a sua aplicação, além do que podemos esperar em termos de perspectivas e tendências relacionadas com o futuro da sociedade digital.
Palestrantes
Delegado Emerson Wendt - Diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos - Delegado Polícia Civil RS
Dr. Gustavo Artese - Práticas de Propriedade Intelectual e TIC - VPBG Advogados
Dra. Patrícia Peck Pinheiro – Advogada especialista em Direito Digital e Sócia Fundadora do escritório Patricia Peck Pinheiro Advogados
Moderador
Wilson Moherdaui - Jornalista, Diretor de Redação do Informática Hoje e Editor da Fórum Editorial e Eventos – Anuários Telecom e TI&Governos

Confiram a programação do evento aqui: http://www.forumtibanrisul.com.br/programacao.php
Até lá! Abraços.

domingo, 27 de abril de 2014

Debate sobre o Marco Civil da Internet - Lei 12.965/2014

Registro a participação no debate do Programa Conversas Cruzadas da TV Com (RS) sobre a nova Lei 12.965/14, sancionada em 23/04/14 e publicada no DOU no dia seguinte. A lei referenciada é o resultado do Marco Civil da Internet e, também, o próprio:


Após 3 anos de discussão, a presidente Dilma Rousseff sancionou o Marco Civil da Internet, durante a cerimônia de abertura do Netmundial. O encontro, que reúne representantes de governos da sociedade civil, técnicos e usuários a internet de mais de 90 países, discute a governança da rede. Esse mundo sem limites e sem donos é ainda uma grande interrogação. Acompanhamos aqui no Conversas Cruzadas a fase da luta e batalha pela conquista do Marco Civil. No dia anterior do Netmundial, a lei foi aprovada numa rápida votação do senado que não modificou nada, razão de ficar pronta a lei para a sanção presidencial. O governo conseguiu barrar modificações para acelerar a votação no plenário para fazer esse ato simbólico durante a cerimônia. O Marco Civil da Internet, os direitos e deveres para usuários e provedores da internet, são os temas dessa edição do Conversas Cruzadas. Foram convidados o delegado do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil do RS Emerson Wendt, o presidente da Comissão de Propriedade Intelectual da OAB Rodrigo Azevedo, o coordenador da Associação do Software Livre de POA Ricardo Fritsch e a advogada especialista em direito corporativo Virgínia Matte Chaves.

Vídeos do debate:

Bloco 1:

Bloco 2:

Bloco 3:

Bloco 4:

Como a vigência da lei ocorre após 60 dias após a publicação haverá tempo para buscar-lhe o sentido através das diferentes percepções dos diferentes sistemas psíquicos capazes de analisa-la frente à sociedade e os sistemas sociais envolvidos (direito e tecnologia, principalmente). Reflitam!!

sábado, 26 de abril de 2014

Endereço do Twitter no Brasil

Já algum tempo o Twitter possui escritório no Brasil, tal qual o Facebook. Vários colegas policiais me perguntam os dados. Ei-los:
Twitter Brasil Rede de Informação Ltda
Endereço: Av Bernardino De Campos, 98, 3 Andar, Paraíso, São Paulo
São Paulo - CEP 04004-040
Fonte: JUCESP

Diretor-Geral do Twitter no Brasil:
Guilherme Ribenboim (@guilhermerib)

O perfil brasileiro oficial do Twitter no Brasil: @TwitterBrasil. Ajuda e suporte em https://support.twitter.com/forms. O Blog oficial pode ser acessado aqui: https://blog.twitter.com/pt/brasil.

Qualquer sugestão: comentem!!

Agenda - participação em Painel no 4º TIC na Segurança Pública

Registro aqui, relativo à minha agenda, a participação na Conferência Internacional de Tecnologia da Informação e Comunicação para Segurança Pública | RS.

Segundo a divulgação, a Conferência que chega a sua 4ª edição e discutirá temas relevantes de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) voltadas para a Segurança Pública no sentido de alcançar serviços de excelência para a população no cotidiano e principalmente durante os grandes eventos. 

A cúpula examinará também os vários tipos de tecnologias que as agências de segurança pública estão usando ou usarão nos anos vindouros. 

Considerando que as questões associadas com as comunicações avançadas são mais complexas, levantaremos experiências internacionais em segurança pública a fim de demonstrar a importância de acesso confiável às tecnologias de Comunicação, além de cativar a imaginação do público com relação às futuras possibilidades. Contaremos com testemunhos de oficiais da polícia e bombeiros e outros que desempenharam papéis relevantes em recentes grandes eventos. 

O evento terá abrangência nacional e incluirá a participação de gerentes de TIC e executivos das 3 esferas: Federal, Estadual e Municipal. 

A minha fala será no seguinte Painel:
Painel 5: “Ataques Cibernéticos, Monitoramento de Mídia Sociais e Análise Forense”
Moderador: Jerônimo José Pereira – Diretor do Departamento Estadual de Gestão do Conhecimento para Prevenção e Repressão à Corrupção (Degecor)
Painelistas:
 Delegado Emerson Wendt – Diretor do Gabinete de Inteligência da Polícia Civil – RS
 Marcos Oliveira - Country Manager - Blue Coat Systems
 Felipe Peñaranda Silva - Latin America Tiger Team IBM
 Italo Cocentino - Diretor de Programas Estratégicos - Unisys América Latina
 Representante IT7
Outros colegas Delegados de Polícia também estarão participando:

- Dr. Guilherme Yates Wondracek (abertura)
- Dr. Marcos Coelho Gonçalves Meirelles - Diretor do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação DTIC-SSP RS (Tema: Sistemas Integrados de Segurança Pública RS)
- Pedro de Oliveira Álvares - Delegado da Polícia Civil e Diretor do Departamento Estadual de Informática Policial – RS (Tema: Sistemas Integrados de Segurança Pública RS)
- Dr. Cristiano Ritta - Delegado de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul e Professor de Inteligência e Investigação Policial na SSP/RS (Tema: Disque-Denúncia)

Dados do evento:

Local: Centro de Convenções Plaza São Rafael
Auditório Itapema/ Salão Imperatriz
Av. Alberto Bins, 509 - Centro, Porto Alegre - RS
CEP 90030-140
Período: 29 a 30 de abril de 2014

Público Alvo: 

Executivos de empresas públicas e privadas de vários estados brasileiros; gestores de TIC das cidades sede da Copa 2014; executivos do governo federal: Ministério dos Esportes, Casa Civil, Polícia Federal, Ministério da Justiça, entre outros. 
Obs.: O evento é fechado para servidores públicos da área de segurança pública, convidados e Patrocinadores.


domingo, 16 de março de 2014

Debate sobre censura na Internet no Brasil


Na semana que passou - terça-feira - participei do programa Conversas Cruzadas da TV Com. O debate foi sobre censura na rede mundial de computadores, a Internet. A ideia era debater sobre os dados divulgados pela ONG Sem Fronteiras e o Marco Civil:

Segundo a Organização Não-Governamental Repórteres Sem Fronteiras, 12 de março é considerado o dia mundial contra a ciber censura. Esta ONG também denunciou instituições que colaboram para a censura na internet. Entre as citadas, estão a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA, que o próprio Obama disse que não tem como controlar. As decodificações dos serviços secretos e técnicos também estão aí. Enquanto isso, na Câmara dos Deputados no nosso país, a votação do Marco Civil da internet foi transferida para a próxima semana. O projeto de lei tramita em regime de urgência a pedido do próprio governo. Por falta de consenso, não foi votado no ano passado. Isso fez com que se trancasse a pauta da Câmara desde o mês de outubro. A neutralidade da rede, a privacidade online, a liberdade de expressão de usuários, os crimes cibernéticos, países que censuram o acesso à internet: todas essas questões estão em debate no Conversas Cruzadas. São convidados do programa o delegado da Polícia Civil do RS Emerson Wendt, o especialista em tecnologia da informação Marcelo Branco, a professora de comunicação e relações internacionais Denise De Rocchi e o pesquisador do Centro de Estudos Internacionais sobre o governo da UFRGS Diego Canabarro.

Comentado no programa, pelo Doutorando em Direito pela UFRGS, Diego Canabarro, sobre o quadro comparativo entre os PLs do Deputado Molon e o Substitutivo do Deputado Cunha, eis o link onde pode ser consultado este comparativo (clique).

Vídeos do debate:

Bloco 1:

Bloco 2:

Bloco 3:

Bloco 4:

Bom debate a todos!!

segunda-feira, 10 de março de 2014

Agenda: IV Fórum da Internet no Brasil aprofundará debate sobre governança da Internet

IV Fórum da Internet no Brasil aprofundará debate sobre governança da Internet


Evento ocorrerá nos dias 25 e 26 de abril na sequência do NETmundial, em São Paulo

O IV Fórum da Internet no Brasil e Pré IGF Brasileiro 2014, realizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), está com inscrições abertas. Sob o tema “construindo pontes com os debates multissetoriais de governança global da Internet”, este ano, o Fórum acontece logo após o NETmundial: Encontro Multissetorial Global sobre o Futuro da Governança da Internet, realizado por determinação do Governo Federal e por meio de uma parceria entre o CGI.br e o 1NET, grupo responsável por congregar organizações internacionais como Icann, IETF, Isoc, Arin, Lacnic e W3C.

Voltado aos setores governamental, empresarial, acadêmico, organizações da sociedade civil e a todos os interessados e envolvidos nos debates e temas sobre a Internet no Brasil e no mundo, o Fórum da Internet é totalmente gratuito.

O CGI.br promove o Fórum da Internet no Brasil com o objetivo de reunir participantes dos diversos setores da sociedade para debater os desafios atuais e futuros da Internet, aprofundando temas para consolidar a expansão de uma Internet no Brasil diversa, universal e inovadora, que expresse os princípios da liberdade de expressão, da privacidade e dos direitos humanos.

Os debates promovidos durante o Fórum são preparatórios à participação brasileira no Internet Governance Forum (IGF), que acontecerá em Istambul, na Turquia, entre 02 e 05 de setembro deste ano.

Assim como aconteceu nas edições anteriores, o IV Fórum da Internet no Brasil e Pré IGF Brasileiro 2014 tem a finalidade de ser um espaço aberto para discussões acerca dos desafios atuais e futuros da Internet e será dividido em quatro trilhas temáticas:
  • Inovação e Empreendedorismo
  • Segurança e Privacidade
  • Internet e Legislação
  • Princípios e Governança para a Internet Mundial
Este ano, o CGI.br excepcionalmente não concederá auxílio para participações no Fórum da Internet, devido ao curto espaço de tempo para viabilizar as bolsas e diante da importância de que o evento aconteça no mesmo período e local do NETmundial.

A programação completa do Fórum e o formulário de inscrição estão disponíveis emhttp://forumdainternet.cgi.br.

Serviço:
IV Fórum da Internet no Brasil e Pré IGF Brasileiro 2014
Datas: 25 e 26 de abril
Local do evento: Grand Hyatt São Paulo
Endereço: Av. das Nações Unidas, 13301 - Brooklin - São Paulo - SP

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil - CGI.br
O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios de multilateralidade, transparência e democracia, o CGI.br representa um modelo de governança multissetorial da Internet com efetiva participação de todos os setores da sociedade nas suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

segunda-feira, 3 de março de 2014

As doze melhores ferramentas de pesquisa em fontes abertas relacionadas ao Twitter

Que o Twitter é uma das mídias sociais mais utilizadas do mundo não há dúvida. Também, não há dúvida quando à instantaneidade das mensagens postadas pelos usuários. Veja-se o exemplo do #Oscars e da apresentadora da edição de 2014, Ellen Degeneres: a foto por ela postada teve mais de 2,5 milhões de retuitadas (RTs) e mais de 1,4 milhão de curtidas.
Saiba como adquirir o livro Inteligência Digital, voltado para a pesquisa e ferramentas de fontes abertas na Internet
Procurar informações no Twitter também não é difícil, pois que a própria ferramenta social disponibiliza opções, como a Busca Avançada e a opção 'Descobrir':

Busca Avançada no Twitter
No entanto, várias ferramentas diferentes auxiliam na compreensão de fenômenos, tendências e informações de pessoas, termos etc. no Twitter. Vou procurar colocar as principais e mais utilizadas:

Ferramentas de análise de vínculos no Twitter:

1 - MentionMapp: excelente ferramenta! Para usar, deve-se autorizar o aplicativo a ter acesso aos dados da conta do analista e pesquisar por usuários e visualizar suas conexões, tanto em termos de contatos quanto em termos tuitados. Após a pesquisa por usuário, pode-se clicar sobre as hashtags comuns entre os usuários mostrados, buscando-se outros usuários relacionados.

Pesquisa por usuário e vínculos por termos usando MentionMapp

2 - Hashtagify: ótima ferramenta de pesquisa avançada de hashtags do Twitter, mostrando o resultado em vários formatos, principalmente em formato de vínculos, mostrando as hashtags relacionadas àquela pesquisada e também os principais usuários (chamados influenciadores). Também pode mostrar o resultado em "modo tabela" (popularidade, correlações, tópicos semanais e mensais e sua evolução). Ainda, mostra as principais linguagens relacionadas ao termo pesquisado e as variantes da publicação (caixa alta, caixa baixa e mescla entre as opções):

Busca por hashtags no Hashtagify

Ferramentas 'analytics' sobre hashtags publicadas no Twitter:

3 - Hashtags.org: além do conteúdo do site, que mostra as categorias de hashtags e sua popularidade, há possibilidade de pesquisa pelos termos, verificando-se, gratuitamente, a tendência das últimas 24 horas. Para um tempo maior, há necessidade de cadastro e pagamento (ativação da conta PRO). Há demonstração em gráfico de tendências, principais usuários relacionados, termos relacionados e tweets vinculados à análise:

Tendência de hashtags
4 - Topsy: excelente ferramenta que permite a pesquisa sobre link, tweets, fotos, vídeos e mostra os usuários influenciadores (relacionados ao termo pesquisado). No mesmo contexto, o Topsy Analytics permite a análise da evolução de três termos no período de espaço de tempo de 30 dias (exemplo abaixo). Ainda, mostra os principais tópicos (trend topics) retuitados pelos usuários. A seguir, uma imagem com o resultado da análise de três termos em conjunto (SOSVenezuela + Takedown + Oscar2014), percebendo um retorno do primeiro termo após à edição 2014 do Oscar (a versão PRÓ contempla mais recursos):

Análise de tendências por conjunto de termos

Ferramentas de pesquisa por categorias e cidades, estados e países, e usuários influenciadores:

5 - Twellow: por esta ferramenta há possibilidade de pesquisar pelo nome de usuário, nome real e por termos específicos, mas também é possível pesquisar por cidades (Twellowhood).

6 - Wefollow: ferramenta interessante para pesquisar sobre categorias de assunto, pré-definidas ou já inseridas por outros usuários, descobrindo-se usuários influentes na área:

Pesquisa por categorias de assuntos - Wefollow
7 - Twithaolic: mostra os usuários mais populares e influentes no Twitter, podendo-se pesquisar por determinado usuário, sabendo-se detalhes a respeito do mesmo e, também, pesquisa sobre a colocação e influência de seguidores em determinada cidade. Por exemplo, estou na 36ª posição em Porto Alegre.

Outras ferramentas de pesquisa por hashtags:

8 - TagBoard: excelente ferramenta de pesquisa por tags e hashtags, integrada em Twitter, Facebook, Instagram, Google+, Vine, dentre outros:

Pesquisa no TagBoard - várias redes sociais
9 - Twazzup: ótimo mecanismo de busca em tempo real para o Twitter, mostrando os usuários mais influentes por assunto e mais ativos.

10 - TweetFind: Diretório de negócios e usuários, mostrando em tempo real sobre o assunto pesquisado.

11 - IceRocket: Outro mecanismo de busca por redes sociais, que inclui blogs, o Twitter e o Facebook.

12 - TrendsMap: excelente ferramenta de acompanhamento, em tempo real e com geotags (georreferenciamento de hashtags), das tendências do Twitter. Permite a pesquisa por tópicos e por locais:

Pesquisa por tópico no TrendsMap
Bom, creio que era isso! Testem e difundam, compartilhem e deixem sua colaboração.