quinta-feira, 28 de março de 2019

Recomendações a pais, professores e escolas quanto às ameaças de atentado

Pós fato Suzano/SP, o alvoroço nas mídias sociais foi muito grande. Em alguns Estados mais do que outros. Muita trollagen para gerar pânico. Sendo assim, é importante algumas precauções por parte dos colégios/escolas:

Existência de meios físicos de contenção e controle:

- catraca/controle eletrônico de acesso
- controle de entrada e saída de visitantes, com registros de dados
- videomonitoramento, com gravação por pelo menos 10 dias. Ideal é 30 dias

Mecanismos preventivos:

- formatar equipe (interna ou mista interna/externa) de avaliação de ameaças;
- definir comportamentos por ordem de risco e necessidade de contingenciamento;
- definir condutas que demandam intervenção imediata (por exemplo, porte de arma, postagem em redes sociais);
- criar e gerir um sistema anônimo que permita reportar informações com condutas de risco (e-mail, telefone etc.);
- promover ambiente alicerçado em uma cultura de segurança, respeito, confiança e apoio emocional;
- incentivar alunos a compartilhar suas preocupações, anseios, dificuldades, ou seja, valorizar a fala do aluno;
- promover debates e palestras sobre bullying e consequências jurídicas dos atos para adolescentes e pais;
- envolver a comunidade escolar nas preocupações gerais sobre os comportamentos;
- prover treinamento a toda a comunidade escolar.

Sobre Bullying, escrevi, no passado, sobre a legislação até então existente - aqui - e dei dica de filme - aqui -. Como Chefe de Polícia, a Polícia Civil participou, juntamente com o MP, da formatação de um filme a respeito - veja aqui.

Medidas reativas:

- comunicar imediatamente as polícias Civil e Militar;
- acompanhar física e virtualmente os alunos envolvidos, porém com orientação policial;
- guardar os registros de vídeo, mensagens, postagens em redes sociais e entrega-las às autoridades responsáveis pela investigação;
- efetivar acompanhamento psicológico e de orientação aos envolvidos.