Pular para o conteúdo principal

Resolvendo problemas no Formspring: hackeamento, ofensas etc.

Formspring é um site de perguntas que cresceu na esteira do Twitter, sendo usado geralmente de forma integrada a ele. O diferencial em relação a ele é que o anonimato é preconizado (leia o que o site diz), exceto se houver alguma violação aos termos da Lei.

O ideal, antes de ter qualquer problema, tentar deixar sua conta configurada de maneira adequada, ou seja: restrita, sem que as pessoas possam lhe fazer perguntas anonimamente! Leia os Termos de Serviço do site e veja o que se adapta melhor aos seus parâmetros de privacidade. No mesmo documento estão as chamadas "proibições gerais".
Leia o artigo anterior, sobre Segurança nas Redes Sociais (Parte II) - Twitter e Formspring
O Formspring alerta que não repassa nenhuma informação de usuário a outros usuários, fazendo-o tão somente em atendimento à Lei (veja a Política de Privacidade). Dúvidas sobre a privacidade podem ser dirimidas através do e-mail privacy@formspring.me: prazo de resposta de 30 dias úteis!!!

Dito isso, vamos às soluções dos principais problemas ocorrentes no Formspring:

1) Conta hackeada: a orientação é seguir os passos normais do "esqueci minha senha", que será enviada ao e-mail cadastrado. Caso não consiga por esse processo simples, o site orienta a enviar um "ticket", preenchendo os dados deste formulário (clique);

2) Desrespeito à propriedade intelectual: se o trabalho de uma pessoa foi copiado ela pode informar ao Copyright Formspring agente as seguintes informações:
- uma assinatura eletrônica ou física da pessoa autorizada a agir em nome do proprietário dos direitos autorais ou propriedade intelectual; uma descrição dos trabalhos protegidos por direitos autorais ou outra propriedade intelectual que você reclama ter sido infringida; uma descrição de onde o material que você alega estar infringindo está localizado no site; seu endereço, número de telefone e endereço eletrônico; uma declaração sua de que você tem esteja de boa fé e que o uso contestado não seja autorizado pelo proprietário dos direitos autorais, seu agente ou pela lei; uma declaração sua, feita sob pena de perjúrio (indicação do site, porém este delito não é previsto no Brasil!), que as informações supramencionadas em seu aviso são precisas e que você é o proprietário dos direitos autorais ou propriedade intelectual ou está autorizado a agir sobre os direitos autorais ou do proprietário do imóvel nome intelectual.
Para onde enviar estes dados? O "Agente Formspring", neste caso, pode ser contatado da seguinte forma: - Pelo correio: Agente de Direitos Autorais, Formspring, Rua Howard 182, PMB # 531, San Francisco, CA 94105, EUA; - Pelo fax: 1 (888) 688-5964 e e-mail: copyright@formspring.me; 

3) Casos de assédio, ameaças e/ou crimes contra a honra: o ideal é não chegar a este passo, principalmente evitando-se a possibilidade de perguntas anônimas e/ou não as respondendo. Bom, caso tenha ultrapassado esse limite, a sugestão é enviar um "ticket", neste link (já traduzido), incluindo: nome de usuário (se tiver); primeiro e último nome; nome do usuário e/ou a URL para a conta da pessoa que lhe ameaçou, difamou, caso seja conhecido; copie e cole o conteúdo ofensivo em seu ticket, caso seja possivel; também, copie e cole a URL com o conteúdo ofensivo, e; por fim, faça uma descrição do fato/circunstância. Veja mais detalhes clicando aqui.

4) Atuação das forças policiais: O formulário "Law Enforcement Subpoena/Warrant Services" (Intimação/Mandados) está disponível através do seguinte link:



Se não conseguir acessar diretamente, dentro do site clique em "About" - "Contact us" - "Law Enforcement Agency", nesta ordem. Você deve conseguir acessar o folmulário específico. Neste caso, quando da atuação das forças policiais, é importante lembrar que há possibilidade de solicitar a retirada de um perfil e/ou de uma ofensa, solicitando que sejam guarnecidas provas até chegada de ordem judicial (expedida e traduzida na Justiça brasileira, preenchendo-se os itens previstos no MLAT, e enviando-a, através do Ministério da Justiça, para os Estados Unidos, visando o cumprimento.

Espero que este artigo lhes ajude!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica.  Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados , fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão. Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão , especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui . Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.

Tecnologia da Informação & Direito: um livro para o profissional de TIC

Após um longo período do projeto, iniciado lá em 2014 e interrompido em 2015, finalmente (não é em tom de reclamação, mas motivado pela falta de tempo!), lancamos em 2018 o livro: Tecnologia da Informação & Direito. O livro é fruto de uma parceria com a Profª Drª Ângela Kretschmann e visa a trazer aos neófitos nos estudos da interação entre as novas tecnologias e a percepção/recepção pelo Direito, especialmente no brasileiro. Um pouco sobre o livro: Existe um diálogo muito produtivo entre os profissionais da área jurídica e os da tecnológica, que promove contínuo aperfeiçoamento dos dois campos. Nesse sentido, o livro aborda uma noção geral que envolve o estudo do Direito e da Tecnologia, os principais pontos polêmicos que instigam a análise jurídica e o desenvolvimento do Direito para a solução de conflitos típicos da era digital. O enfoque é dado, em especial, após um apanhado geral do Direito, às áreas do direito do consumidor, direito à imagem, delitos cibernéti