Pular para o conteúdo principal

Notícia: Botnet usa servidores Linux para espalhar malware


A segurança no Linux não parece ser mais a mesma, principalmente depois que Denis Sinegubko, um pesquisador russo especializado em segurança, descobriu que servidores Linux passaram a ser utilizados em uma botnet usada para distribuir malware.

Segundo o site The Register, cada uma das máquinas analisadas é responsável por armazenar um website autêntico. O problema é que invasores externos programaram as máquinas para rodar um outro servidor além do Apache, o nginx, responsável por distribuir as pragas virtuais.

Em seu blog (que pode ser visto pelo atalho http://tinyurl.com/nyca63), Sinegubko avisa que os servidores infectados podem fazer tudo o que um computador doméstico zumbi pode fazer, como auxiliar em ataques de negação de serviço e enviar spam, por exemplo. A principal diferença é que essas máquinas são muito mais potentes e têm uma ótima conexão com a internet, o que as torna ainda mais perigosas.

Apesar da ameaça ser considerada grave, o especialista explica que é muito mais fácil "caçar" e neutralizar um servidor rodando um código malicioso do que um computador doméstico. O endereço IP dos servidores não costumam ser dinâmicos (ou seja, não mudam periodicamente, são fixos), sendo portanto mais simples bloqueá-los.

Ele ainda avisa que todos servidores analisados rodam distribuições Linux comuns, muitas delas com vulnerabilidades vergonhosamente elementares, o que coloca em cheque a noção de que o sistema operacional é realmente seguro.

Zumbis e botnets


Além do medo tradicional de que o hacker obtenha informações do próprio usuário, invasões a computadores domésticos - e, pelo visto, a servidores também - estão sendo usadas pelos cybercriminosos para um mal maior.

As botnets são redes formadas por computadores infectados por vírus especiais capazes de torná-los "zumbis". Uma vez infectado, um PC zumbi pode ser controlado à distância por pessoas ou organizações criminosas.

Todos os PCs zumbis podem ser controlados ao mesmo tempo e de forma coordenada. Isso pode ser usado para enviar spam com abrangência global e até mesmo para atacar a infraestrutura de internet de países inteiros.

Botnets famosas têm um elevado número estimado de PCs zumbis. A Storm network, por exemplo, controla cerca de 80 mil computadores, enquanto o recente Conficker infectou algo em torno de 15 milhões de máquinas.

Os PCs zumbis também podem repassar o software que os infectou, ajudando a escravizar mais PCs sadios.

Hoje, estima-se que o interesse dos criminosos digitais pelos dados de um usuário doméstico seja muito pequeno. A grande motivação desses hackers é formar uma espécie de "exército zumbi" para poder atacar instituições maiores, sejam empresas ou governos.

Fonte: Terra Tecnologia e Geek

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook:
Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil.
Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDARua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000
- Fonte: Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas forças da lei (law enforcemen…

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica. 


Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados, fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão.


Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão, especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui.

Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.

Recomendações a pais, professores e escolas quanto às ameaças de atentado

Pós fato Suzano/SP, o alvoroço nas mídias sociais foi muito grande. Em alguns Estados mais do que outros. Muita trollagen para gerar pânico. Sendo assim, é importante algumas precauções por parte dos colégios/escolas:

Existência de meios físicos de contenção e controle:

- catraca/controle eletrônico de acesso
- controle de entrada e saída de visitantes, com registros de dados
- videomonitoramento, com gravação por pelo menos 10 dias. Ideal é 30 dias

Mecanismos preventivos:

- formatar equipe (interna ou mista interna/externa) de avaliação de ameaças;
- definir comportamentos por ordem de risco e necessidade de contingenciamento;
- definir condutas que demandam intervenção imediata (por exemplo, porte de arma, postagem em redes sociais);
- criar e gerir um sistema anônimo que permita reportar informações com condutas de risco (e-mail, telefone etc.);
- promover ambiente alicerçado em uma cultura de segurança, respeito, confiança e apoio emocional;
- incentivar alunos a compartilhar suas …