Pular para o conteúdo principal

Banco Mundial e UNODC lançam guia para a recuperação de recursos de origem ilícita

A alienação antecipada é muitas vezes a única opção disponível o acusado está morto, fugiu da jurisdição, é imune à acusação ou é poderoso demais para se processado
Viena, 5 de maio 2009 - O Banco Mundial e UNODC publicaram no dia 4 de maio um novo guia para ajudar os estados a recuperar recursos de origem ilícita, mesmo quando não tenha havido uma condenação para o crime.
A publicação Recuperação de Ativos Perdidos: Um Guia de Boas Práticas para Recuperação de Ativos por Alienação Antecipada foi produzida pela iniciativa conjunta do Banco Mundial e do UNODC para Recuperação de Ativos (StAR, na sigla em inglês), voltada ao combate da corrupção em todo o mundo.
"A recuperação de ativos pode ser um processo longo, caro e imprevisível. São necessárias abordagens inovadoras para facilitar a recuperação de ativo e para melhorar suas perspectivas de sucesso", disse Theodore S. Greenberg, especialista financeiro do Banco Mundial e co-autor do guia. "A recuperação de ativos por alienação antecipada é uma inovação que pode ser adaptada às necessidades de vários países com diferentes tradições jurídicas. O guia explica como eles podem fazer uso dessa ferramenta em seus programas de recuperação de ativos".
A recuperação de ativos por alienação antecipada é um regime legal que prevê a apreensão e confisco (recuperação) do produto de crimes graves, incluindo a corrupção, sem a necessidade de uma condenação penal. É muitas vezes a única opção disponível para governos, quando o funcionário corrupto ou a pessoa que pagou o suborno está morta, fugiu da jurisdição, é imune à acusação ou é poderosa demais para se processada - todos fatos comuns nos grandes casos de corrupção.
Um número crescente de jurisdições passou a estabelecer um sistema que permite a alienação antecipada para a recuperação de ativos, ferramenta que também é recomendada pela Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, convenção da qual o UNODC é guardião.
Resultado da colaboração entre especialistas de 17 países regidos pelo direito civil e pela Common Law, o guia identifica os principais conceitos jurídicos, operacionais e práticos que devem ser incluídos nos processos de recuperação de ativos por alienação antecipada. O livro apresenta estudos de caso da Colômbia, na Irlanda, no Kuwait, na Suíça, na Tailândia e no Reino Unido (Guernsey), além de ferramentas úteis, tais como modelos judiciais e de investigação e orientações de planejamento pré-apreensão.
Novos casos e informações adicionais por país serão adicionados ao guia no site da iniciativa StAR. A iniciativa StAR foi lançada em Setembro de 2007 pelo Secretário-Geral Ban Ki-moon, pelo presidente do Grupo Banco Mundial, Robert B. Zoellick, e pelo Diretor Executivo do UNODC, Antonio Maria Costa.
A iniciativa destaca que países desenvolvidos e em desenvolvimento partilham uma responsabilidade conjunta na luta contra a corrupção e que a colaboração internacional e a ação coletiva são necessárias para facilitar a recuperação de recursos de origem ilícita e prevenir o desvio de ativos.
Mais informações: Assessoria de imprensa UNODC - Escritório para o Brasil e Cone Sul Tel: 61-3204-7200E-mail: unodc.brasil@unodc.org
O documento está disponível no site da StAR.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook:
Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil.
Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDARua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000
- Fonte: Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas forças da lei (law enforcemen…

Recomendações a pais, professores e escolas quanto às ameaças de atentado

Pós fato Suzano/SP, o alvoroço nas mídias sociais foi muito grande. Em alguns Estados mais do que outros. Muita trollagen para gerar pânico. Sendo assim, é importante algumas precauções por parte dos colégios/escolas:

Existência de meios físicos de contenção e controle:

- catraca/controle eletrônico de acesso
- controle de entrada e saída de visitantes, com registros de dados
- videomonitoramento, com gravação por pelo menos 10 dias. Ideal é 30 dias

Mecanismos preventivos:

- formatar equipe (interna ou mista interna/externa) de avaliação de ameaças;
- definir comportamentos por ordem de risco e necessidade de contingenciamento;
- definir condutas que demandam intervenção imediata (por exemplo, porte de arma, postagem em redes sociais);
- criar e gerir um sistema anônimo que permita reportar informações com condutas de risco (e-mail, telefone etc.);
- promover ambiente alicerçado em uma cultura de segurança, respeito, confiança e apoio emocional;
- incentivar alunos a compartilhar suas …

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica. 


Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados, fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão.


Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão, especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui.

Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.