Pular para o conteúdo principal

Menina de 14 anos é presa acusada de botar as próprias fotos nua na internet


Caso é investigado em Nova Jersey, nos Estados Unidos.
Jovem publicou as fotos para o namorado ver, afirmou xerife.

Uma adolescente de 14 anos de Nova Jersey, nos Estados Unidos, está sendo acusada de pornografia infantil depois de ter publicado 30 fotos dela própria nua no site de relacionamentos MySpace.

O xerife Bill Maer afirmou que a adolescente publicou as fotos porque “ela queria que o namorado dela as visse”. “Consideramos este caso uma chamada para acordar os pais”, disse Maer À agência Associated Press.

A jovem, que não teve o nome revelado por ser menor de 18 anos, foi detida e acusada de possuir e distribuir material pornográfico infantil. Ela foi liberada mais tarde, sob custódia da mãe.

Caso seja condenada, a adolescente pode ficar presa até os 17 anos, segundo determina a Lei Megan.

“A garota precisa de ajuda, não de problemas com a Justiça”, defendeu Maureen Kanka, mãe da menina Megan, que foi sequestrada, estuprada e morta quando tinha 7 anos, em 1994. Após este caso, o estado criou a lei Megan em defesa do abuso contra as crianças e adolescentes. “Ela precisa de uma intervenção e conselhos, porque a única pessoa que ela explorou foi ela mesma”, disse Kanka.

O MySpace disse que não iria comentar a investigação da polícia local, mas avisou que tem uma equipe que acompanha a rede para retirar imagens inapropriadas.

Além de Nova Jersey, outros estados como Pensilvânia, Connecticut, Dakota do Norte, Ohio, Utah, Vermont, Virgína e Wisconsin estudam leis para proibir que além de publicar fotos pessoais na internet, as crianças e adolescentes também não possam, ou ao menos sejam punidas, caso enviem imagens delas próprias nuas via celular.

Fonte: G1.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Endereço do Twitter no Brasil

Já algum tempo o Twitter possui escritório no Brasil, tal qual o Facebook . Vários colegas policiais me perguntam os dados. Ei-los: Twitter Brasil Rede de Informação Ltda Endereço: Rua Professor Atílio Innocenti, 642, 9º Andar, Vila Nova Conceição, São Paulo São Paulo - CEP 04538-001 Endereço eletrônico: legalnoticesbr@twitter.com Telefone 11-30332900 Diretor-Geral do Twitter no Brasil: Guilherme Ribenboim ( @guilhermerib ) O perfil brasileiro oficial do Twitter no Brasil: @TwitterBrasil . Ajuda e suporte em https://support.twitter.com/forms . O Blog oficial pode ser acessado aqui: https://blog.twitter.com/pt/brasil . Qualquer sugestão: comentem!!

Lista dos Estados que possuem Delegacias de Polícia de combate aos Crimes Cibernéticos

Esta ideia começou com o post sobre os órgãos especializados no enfrentamento aos crimes virtuais , que estava desatualizado. Estou fazendo essa atualização com vistas a uma melhor orientação às pessoas. Muitos já copiaram e replicaram este post, sem atualizar os dados e sem referenciar a fonte, mas o que importa é a difusão da informação. O primeiro aspecto de um registro de ocorrência de um crime virtual é saber o que levar ao conhecimento da Polícia Judiciária. Por isso, sugiro a leitura do post sobre como proceder em casos de crimes virtuais, deste blog. Crimes virtuais: com proceder? Então, vamos à lista dos Estados brasileiros onde você pode encontrar atendimento especializado, não esquecendo que se você não se encontra na cidade ou Estado em que há um órgão policial específico você pode e deve registrar a ocorrência na Delegacia de Polícia mais próxima . O que não pode é deixar o fato sem o conhecimento de uma Autoridade Policial. -  Rio Grande do Sul :