Pular para o conteúdo principal

App Secret - a bola da vez! O que fazer?

Nós acreditamos que o anonimato incentiva as pessoas a compartilhar seus pensamentos e sentimentos mais profundos, gerando conversas genuínas que seriam impossíveis de outra forma. Guia da Comunidade do Secret

O Secret, novo aplicativo para iOS e Android, está causando furor e também trazendo problemas. A proposta de seus criadores, Chrys Bader e David Byttow, de ser uma plataforma "onde as pessoas podem ser honestas" parece não fazer sentido para os brasileiros e, realmente, não faz. Os problemas já são vários. 

A anonimidade, principal característica deste aplicativo, é seu trunfo/problema. Embora conecte amigos, através de seus contatos de celular e amigos do Facebook, as postagens feitas não são identificadas, ou seja, ninguém sabe a identidade de quem está postando no Secret. Pode até ter uma ideia de quem é, imaginar, mas só isso!

Para pessoas sensatas, não haveria problema algum, penso eu! Porém, nesse campo de anonimidade há um fértil desejo de expor seus pensamentos e vontades mais íntimos e perversos, ou seja, a extimidade da pessoa aflora e parece não tem limites, sequer as pessoas mais próximas, geograficamente falando, os "amigos" do Facebook/contatos do celular.

Palco de revelações

Chamo o Secret um "palco de revelações", não só da intimidade, mas também daquelas circunstâncias que, diante de perfis autênticos de outras redes sociais (Facebook, Linkedin etc.), não seriam reveladas com o rosto desvelado. Ou seja, é o legítimo aplicativo para "dar o tapa e não precisar esconder a mão".

Momentos picantes, revelações bombásticas, situações desagradáveis, gestos de desaprovação e opiniões peculiares a respeito de amigos e conhecidos são algumas das principais situações do Secret. Ao fazer isso, naturalmente o usuário do aplicativo não só se expõe, mas também acaba atingindo a imagem, a honra de pessoas que, aliás, tem como contatos. Um passo para inimizades, aviltamentos e, porque não, um registro de ocorrência e um processo cível/criminal.

Termos de Uso e Política de Privacidade. Você leu?

Embora o Guia da Comunidade do Secret diga para não postar ameaças, não compartilhar ou incentivar comportamentos autodestrutivos, não praticar bullying ou perturbar os outros, não postar pornografia, não postar informações particulares de outros etc., essas coisas já aconteceram nos EUA, onde o aplicativo foi lançado no início do ano, e acontecem aqui no Brasil.

Os Termos de Uso (TU) do aplicativo também orientam a não publicar "conteúdo que é ilegal ou ilícito, conteúdo que possa infringir ou violar quaisquer direitos de terceiros; conteúdo que possa infringir ou violar qualquer patente, marca registrada, segredo comercial, direito autoral, direito de privacidade, direito de publicidade ou outro direito intelectual ou outro de qualquer das partes; e, vírus, dados corrompidos ou outros arquivos nocivos, perturbadores ou destrutivos ou código".

Um detalhe interessante do TU é que
Quando você postar, link ou de outro modo tornar o conteúdo disponível para o serviço, você nos concede uma licença não-exclusiva, perpétua, irrevogável e totalmente sublicenciável, direito de usar, reproduzir, modificar, adaptar, publicar, traduzir, criar trabalhos derivados de royalty-free, distribuir, executar e exibir tal conteúdo em todo o mundo, em qualquer forma ou meio, dentro ou fora da App (tradução livre).
O mais interessante é o "Consentimento de Comunicações Eletrônicas":
Ao utilizar o Serviço, você concorda que podemos nos comunicar com você eletronicamente relativamente à administração, segurança e outras questões relacionadas com a sua utilização do Serviço. Você concorda que quaisquer avisos, acordos, divulgações e outras comunicações que enviamos para você eletronicamente satisfazem quaisquer requisitos legais de comunicação, inclusive que tais comunicações sejam feitas por escrito. Para retirar seu consentimento para receber aviso eletrônico, por favor avise-nos em legal@secret.ly. 
Mudanças na política de privacidade e uso aceitável:


No dia 22/08/2014, em anúncio feito pelos responsáveis pelo Secret, há promessa de melhoria dessas condições de segurança e situações que evitem a propagação de mensagens com intuito de causar danos. 

As novidades são boas, mas a mais importante é o bloqueio dos posts que mencionarem nomes próprios. É uma forma de evitar cyberbullying e/ou publicações que visam unicamente denegrir a imagem de uma pessoa. Nem todo cyberbullying é circunstância que caracterize crime! É importante avaliar!!

Outra modificação, que é extremamente bem vinda, diz respeito à postagem de imagens. A partir de então (sexta-feira, 22/08, à tarde), não será mais possível utilizar fotos armazenadas no dispositivo móvel como background. O usuário só poderá fazê-lo recorrendo a fotos tiradas na hora ou apelar para o conteúdo disponível no Flickr. Esta última possibilidade leva a uma indireta proteção das informações, pois neste caso pode-se chegar a quem postou as imagens no Flickr, já que seu controle é bem maior do que em outras plataformas, além do que possui escritório no Brasil.


O que você pode fazer se foi vítima?


O Secret apenas refere, diretamente, uma atuação em relação aos direitos autorais. No entanto, ao final, diz que todas as perguntas do usuário final ou reclamações em relação à App devem ser encaminhadas para: 
Secret, Inc. 660
Mission Street, Floor 3
San Francisco, CA 94105
Email: legal@secret.ly
Observe que antes de qualquer ação é importante guarnecer a prova, com o print screan da tela com a postagem/comentário. Caso deseje também processar civilmente, é importante deslocar até um Tabelião e registrar uma "Ata Notarial". De posse tanto da impressão ou/quanto da Ata Notarial, vá, respectivamente, a uma Delegacia de Polícia registrar o fato e procure um advogado para dar os encaminhamentos cíveis.

Importante: após preservar a evidência, a própria App dá a possibilidade de o usuário "Denunciar" ou "Remover" o conteúdo diretamente na postagem com conteúdo ofensivo. Basta deslizar o dedo para a esquerda que aparecem as opções ("arrastar" o post para a esquerda).

Ao selecionar "Denunciar", novas opções são disponibilizadas: "Spam", "Inapropriado", "Bullying", "Auto-mutilação", "Não é Interessante" e "Bloquear o autor". O resultado é esse:


A seta indicada no canto superior direito permite a visualização do link da postagem, o que pode ser usado para referenciar a postagem em caso de denúncias, registros de ocorrência e atas notariais.

Bom ... como qualquer rede social, use moderadamente! Eu usaria o Secret, pelo menos para acompanhar as postagens alheias!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Endereço do Twitter no Brasil

Já algum tempo o Twitter possui escritório no Brasil, tal qual o Facebook . Vários colegas policiais me perguntam os dados. Ei-los: Twitter Brasil Rede de Informação Ltda Endereço: Rua Professor Atílio Innocenti, 642, 9º Andar, Vila Nova Conceição, São Paulo São Paulo - CEP 04538-001 Endereço eletrônico: legalnoticesbr@twitter.com Telefone 11-30332900 Diretor-Geral do Twitter no Brasil: Guilherme Ribenboim ( @guilhermerib ) O perfil brasileiro oficial do Twitter no Brasil: @TwitterBrasil . Ajuda e suporte em https://support.twitter.com/forms . O Blog oficial pode ser acessado aqui: https://blog.twitter.com/pt/brasil . Qualquer sugestão: comentem!!

Lista dos Estados que possuem Delegacias de Polícia de combate aos Crimes Cibernéticos

Esta ideia começou com o post sobre os órgãos especializados no enfrentamento aos crimes virtuais , que estava desatualizado. Estou fazendo essa atualização com vistas a uma melhor orientação às pessoas. Muitos já copiaram e replicaram este post, sem atualizar os dados e sem referenciar a fonte, mas o que importa é a difusão da informação. O primeiro aspecto de um registro de ocorrência de um crime virtual é saber o que levar ao conhecimento da Polícia Judiciária. Por isso, sugiro a leitura do post sobre como proceder em casos de crimes virtuais, deste blog. Crimes virtuais: com proceder? Então, vamos à lista dos Estados brasileiros onde você pode encontrar atendimento especializado, não esquecendo que se você não se encontra na cidade ou Estado em que há um órgão policial específico você pode e deve registrar a ocorrência na Delegacia de Polícia mais próxima . O que não pode é deixar o fato sem o conhecimento de uma Autoridade Policial. -  Rio Grande do Sul :