sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Qual o melhor antivírus? (update)

Escrevi sobre isso em setembro de 2009. Hoje, segue um update sobre antivírus gratuito ou não, com algumas dicas.

O pessoal costuma me perguntar sobre a questão dos "antivírus". Qual é o melhor? É seguro utilizar antivírus gratuito? Se meu antivírus não encontrar nenhum código malicioso no arquivo como faço para fazer a análise através de outros antivírus? Tenho como passar antivírus sem que ele esteja instalado?

Avaliação AntivírusEm primeiro lugar, não sou nenhum especialista no assunto e sugiro que procurem outras fontes de informação também. Quanto à avaliação dos antivírus, digo que é relativa: nenhum traz 100% de segurança, pois não adianta um bom antivírus se o usuário tem a "síndrome do clique" (sai clicando em tudo que aparece na internet). Quem quiser dar uma olhada, tem sites que fazem a avaliação comparativa de todos antivírus, pelo menos os principais do mercado. Um dos sites é o Super Downloads, no seguinte link. Da mesma forma, o Altieres Rohr, colunista do G1 e responsável pelo site Linha Defensiva, também faz avaliações e recomendações de antivírus. Uma indicação do Sandro Süffert é o site http://www.av-comparatives.org/, uma boa referência de comparações/testes independentes de antivírus.

Se você optar por avaliar os programas antivírus existentes no mercado não esqueça de valorar os seguintes aspectos: eficácia (detecção e remoção de malwares), desempenho (tempo de scan), consumo de memória (memória e processador), interface (facilita ou não sua vida?), linguagem (tem em português?), firewall integrado, scan de e-mail, compatibilidade com seu sistema operacional, é para seu uso pessoal ou corporativo?

Quanto aos antivírus gratuito, o de melhor avaliação é o Avast! (que também tem as versões pagas do Pró e do Internet Security). Ele é seguido do Comodo Internet Security e/ou do AVG Antivírus (as avaliações de vários sites divergem quanto quem é o segundo colocado) e, logo atrás, o AntiVir (Avira). Todos esses têm proteção residente, porém sem alguns aplicativos na versão free. Para quem tem os sistemas operacionais originais da Microsoft a sugestão é que usem o Microsoft Security Essentials, pois é perfeitamente integrado à funcionalidade da máquina e usa a mesma forma de atualização do sistema.

Além disso, tem: 1) o BitDefender, porém sem proteção residente e não elimina vírus ao carregar o Windows; 2) outra opção é o Clean AV, open source que também tem versão para uso através o pen drive (já vem junto com os programas portáteis do PortableApps); 3) Rising Free Antivírus (com recurso para detectar vírus de pen drive); 4) PC Tools Antivírus (única vantagem que tem é que é em português!), …. a lista é grande! Você quer ver toda a lista (20), veja aqui (num post de agosto de 2009 no Blog do Professor Hamilton).


  • Obs. 1: sobre os antivírus gratuitos sugiro a leitura, também, da avaliação feita pela INFO, neste link, e o vídeo e as avaliações do site Olhar Digital (muito completo!!);
  • Obs. 2: O MX One Antivirus é um software de segurança para proteger o PC dos vírus que se propagam via pen drive ou memórias removíveis, tipo os cartões de dados de máquinas fotográficas digitais e MP3s.
Para quem tiver uma reserva econômica, é importante investir em antivírus pago, pois a segurança aumenta. As melhores opções, segundo minha avaliação, são McAfee (eu uso!), Norton e Kaspersky. Para redes corporativas, as opções também são várias e com preços diferenciados.

Mas, caso mesmo assim, tendo o antivírus, gratuito ou pago, instalado e tenho desconfiança sobre minha máquina estar infectada, o que posso fazer? A verdade é que várias empresas desenvolvedoras de antivírus colocaram ferramentas à disposição dos usuários, facilitando o trabalho e também como forma de divulgar o seu produto.


Postei todas essas ferramentas, citadas abaixo,  no gadget lateral denominado Scanners Online. São sete opções para os leitores melhor estudarem a funcionalidade dos antivírus e uma forma de auxiliar na escolha do produto a ser adquirido. É bom lembrar que tem de ter um pouco de paciência, pois não é algo rápido escanear uma máquina e pode demorar mais de uma hora. Eis a lista dos scanners online de máquinas:

- AVG LinkScanner;
- BitDefender;
- F-Secure;
- Kaspersky;
- Norton;
- Panda Security;
- Trend Micro.

Da mesma forma, existem opções para escanear Scannersarquivos específicos, sendo que algumas ferramentas trabalham com base de dados de mais de 40 antivírus existentes no mercado. Também organizei um gadget lateral denominado Scanners Arquivos. Acesse os sites sugeridos e siga as orientações.

O melhor scanner online de arquivos é mesmo o VirusTotal.com, pois além de rastrear códigos maliciosos com mais de 40 opções de antivírus, ao analisar arquivos e depois de vários usos você pode fazer uma avaliação de quais antivírus são melhores e mais atualizados em relações às pragas que vão surgindo na web. Não se preocupe no fato de ter de fazer upload do arquivo, pois é uma situação normal; do mesmo modo, às vezes você terá de entrar em uma fila de análise e pode demorar mais de um minuto.

Bom as opções e dicas estão postas. O importante não é fazer como um amigo meu: "estou bem protegido, pois tenho dois antivírus instalado. O que um não pega o outro cata!" Balela! Não é seguro ter dois antivírus instalados, pois pode gerar o que chamamos de falso positivo ou falso negativo, reconhecendo como código malicioso o que não é e o que não é como sendo.

Mas o mais importante: não arrisque! As principais pesquisas indicam que o ser humano é o principal fator de insegurança na web. Você é quem faz a sua proteção.

8 comentários:

Vanda disse...

Ótima matéria! Realmente indispensável, e todo cuidado é pouco num mundo em que as pessoas utilizam conhecimento para destruirem o próximo.

Parabéns, te desejo um feriado excelente, cheio de alegrias.
Um ótimo carnaval, fique com Deus!

Blog do Emerson disse...

Valeu Vanda!

Realmente, todo cuidado é pouco! E, no carnaval o cuidado deve aumentar, principalmente na vida real.

Bom carnaval para você também. Abração.

VonNaturAustreVe disse...

Não utilizo nenhum AV, uso Slackware linux no desktop.

[]'s

Blog do Emerson disse...

Von,

Realmente, estás muito mais seguro usando uma distribuição fiel aos padrões Unix, mas o objetivo do texto é "recomendar" algo para o sistema operacional mais usado que é Windows (ou Ruindows, como dizem ... rsrsrsrs).

Quem leu o comentário do VonNatur e não entendeu nada, leia sobre o "slack" aqui (http://zapt.in/3qJ) e no site do Slackware-Brasil, aqui (http://zapt.in/3qL).

Abração e obrigado por comentar!

Raphael Simões Andrade disse...

Oi Emerson,

Eu utilizo do Norton 360, pago, que tem tudo, do simples antivírus, anti-spyware, firewall, IDS, anti-rootkit, desfragmentador, correção e limpeza de registros do Windows de arquivos temporários, verificação da integridade dos arquivos, backup, entre outras ferramentas úteis e automáticas, deixando-me despreocupado para trabalhar.

Além disso, por ser pago, e ser um “serviço de fim”, afinal todo software é serviço e não produto, responde civilmente e de forma objetiva, a empresa, por danos causados aos equipamentos por falha na prestação dos serviços do Norton 360. Isso se dá pelo fato de que o Código Civil brasileiro, de 2003, no parágrafo único do artigo 927, conferir responsabilidade civil objetiva pela teoria do risco, a saber: “Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem”. Assim, sendo o software de proteção notadamente uma atividade de risco, como são os antivírus, responde objetivamente. Alem disso tudo, vale salientar que estamos tratando de uma relação jurídica de consumo, protegida pelo código do consumidor, pois fornecedor de software é um fornecedor como outro qualquer outro, assim como o usuário de software é um consumidor.

Por tudo isso, é vantagem comprar um software de antivírus, com empresa sediada no Brasil, pois lhe fornece duas proteções uma computacional e outra jurídica.

Abraços,


Raphael.

Blog do Emerson disse...

Raphael,

Interessante essa tua abordagem quanto à responsabilidade. Idéia interessante de artigo só sobre antivírus pago! Topas um artigo conjunto?

Abraço.

Raphael Simões Andrade disse...

OK Emerson,

Aguarde um pouco mais, que eu mando algo ainda esta semana.

Abraços,

Raphael.

Roberto Catharino Santos disse...

eu utilizo o avast free e vou baixar este comodo internet security para testa-lo.

abraços emerson

Roberto Gomes