Pular para o conteúdo principal

Dica no GMail: Como cancelar e-mail enviado

Para quem ainda não sabe, o GMail possui um recurso que permite "recuperar" e-mails enviados. Porém, para que isso aconteça, você deve agir dentro de 10-30 segundos após o envio do e-mail.

Na maioria dos serviços de e-mail, quando você recebe a instrução para enviar um e-mail, a mensagem é enviada imediatamente e não é possível cancelar um e-mail que já está enviado para o destinatário. Quando chega um e-mail na "caixa de entrada" do destinatário (o que, em regra, leva menos de 1 segundo), a única solução "provável" para cancelar o e-mail seria solicitar ao administrador do serviço de e-mail para excluir manualmente a mensagem. No entanto, sabemos que as chances são pequenas, até porque os administradores de host de e-mail normalmente não respondem ao pedido, alegando que isso seria uma invasão de privacidade.

O Gmail mudou isso adicionando uma característica muito original e experimental, na qual você pode desfazer "sendemails". Como ocorre: depois de enviar um e-mail você tem um máximo de 30 segundos para cancelar o email enviado, clicando no link "Desfazer". Isto é possível pela simples adição de uma fila antes dos servidores do Gmail enviarem o e-mail e não o apagando na caixa de entrada do destinatário. O usuário pode verificar isso enviando um e-mail de teste para si mesmo. Você vai notar que o e-mail só vai chegar em sua caixa de entrada quando o link "Undo" é removido. 

Este "Undo Send" (Cancelar Envio) recurso está desativado por padrão e só funciona no Gmail. Para habilita-lo acesse sua conta do Gmail, clique no ícone "Configurações" localizado no canto superior direito da página e selecione "Configurações" no menu. Clique na aba "Labs" e olhar for "Cancelar Envio" por Yuzo F Oops. 

Alternativamente, você também pode digitar "Undo Send" na caixa de pesquisa para encontrar rapidamente o recurso. Selecione o botão Ativar e clique no botão Salvar alterações.


Gmail "Undo Send Email" (Cancelar Envio):
Por padrão, você só tem 10 segundos para cancelar o e-mail enviado, mas você pode configurá-lo para 5, 10, 20 ou 30 segundos em "Configurações". Acesse a página "Configurações" de novo e desta vez a guia "Geral". Procure "Undo Send" (Cancelar Envio) e defina o período de cancelamento de envio para 30 segundos para que você tenha o tempo mais para cancelar o e-mail.


Enviar período de cancelamento

Após ativar o recurso "Undo Send" (Cancelar Envio), sempre que você acabou de enviar um e-mail, uma caixa de aviso aparecerá no topo central da página dizendo "Sua mensagem foi enviada. Desfazer. Exibir mensagem ". Basta clicar no link "Desfazer" para cancelar a mensagem enviada.


"Desfazer" sua mensagem foi enviada

Infelizmente, isso só funciona no e-mail baseado na web e não em clientes de e-mail com SMTP do Gmail. Outra coisa: se você fechar o navegador enquanto a mensagem ainda está na fila o e-mail será enviado de imediato e não há maneira de desfazê-lo mesmo se você conseguir o login novamente para o Gmail dentro de 30 segundos.

Obrigado ao amigo Paulo Rogério Lino pelo envio da dica. Fica a dica!

Comentários

SNC disse…
Mandei um email para o destinatário errado e percebi 30 segundos depois. Tinha lido sobre essa função e não botei em prática. Achei os senhores pelo google. Obg. pela dica e sucesso. Aloha

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica.  Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados , fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão. Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão , especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui . Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.

Tecnologia da Informação & Direito: um livro para o profissional de TIC

Após um longo período do projeto, iniciado lá em 2014 e interrompido em 2015, finalmente (não é em tom de reclamação, mas motivado pela falta de tempo!), lancamos em 2018 o livro: Tecnologia da Informação & Direito. O livro é fruto de uma parceria com a Profª Drª Ângela Kretschmann e visa a trazer aos neófitos nos estudos da interação entre as novas tecnologias e a percepção/recepção pelo Direito, especialmente no brasileiro. Um pouco sobre o livro: Existe um diálogo muito produtivo entre os profissionais da área jurídica e os da tecnológica, que promove contínuo aperfeiçoamento dos dois campos. Nesse sentido, o livro aborda uma noção geral que envolve o estudo do Direito e da Tecnologia, os principais pontos polêmicos que instigam a análise jurídica e o desenvolvimento do Direito para a solução de conflitos típicos da era digital. O enfoque é dado, em especial, após um apanhado geral do Direito, às áreas do direito do consumidor, direito à imagem, delitos cibernéti