Pular para o conteúdo principal

Atenção: Conheça os golpes virtuais que ganham força no final do ano


Muito boa a coluna de hoje do Altieres Rohr no G1, comentando sobre as engenharias sociais de final de ano usadas para "tirar dinheiro" dos descuidados na internet.


Mensagens de boas festas e promoções são usadas como iscas.
Veja quais são as estratégias e siga a dica: evite cartões on-line.


Ainda falta um mês para o final do ano e, nesta época, os criminosos virtuais geralmente criam golpes envolvendo desejos de boas festas, cartões e promoções natalinas. A coluna Segurança para o PC de hoje mostra quais foram os golpes que circularam no ano passado envolvendo esse tema e faz uma recomendação: evite cartões on-line.

Datas especiais são sempre tema de golpes
 

É tradição: qualquer data especial vira tema de golpes. Desde a declaração do imposto de renda às datas comemorativas, como dia dos pais, das mães, Páscoa, Natal e Ano Novo. Eventos, inclusive noticiosos, como mortes de pessoas famosas, também são usados por criminosos. Eles precisam conseguir a atenção das vítimas para que os e-mails sejam lidos e os links ou anexos, abertos. 



No caso dos cartões e promoções de fim de ano, infelizmente as fraudes são tão comuns que fica impossível recomendar que se tente distinguir os e-mails maliciosos dos legítimos. Se você quer mandar um desejo de bostas festas por e-mail, faça isso em modo texto. Não use links e evite até mesmo anexos. Se você receber um e-mail desse gênero, jamais siga links ou abra anexos. É arriscado demais. Se você realmente quer enviar um cartão, a coluna sugere: envie por correio “de verdade”.

Abaixo você confere alguns dos golpes que circularam em 2008. As imagens foram cedidas pelo grupo de Análise e Resposta a Incidentes de Segurança (ARIS) do Linha Defensiva. É possível perceber, pelas datas, que eles se estendem do início de dezembro até o início de janeiro. As marcas e nomes de empresas envolvidos foram retirados das imagens.

Se você receber um e-mail que suspeita ser malicioso, você pode encaminhá-lo para o Linha Defensiva. O e-mail será analisado e, caso contenha conteúdo malicioso, será feita uma tentativa de reduzir o número de vítimas, derrubando os links que levam aos sites infectados. Veja como encaminhar as mensagens aqui.

Todas as mensagens abaixo têm links que levam para vírus que roubam senhas de banco e circularam no final do ano passado. 


Foto: Reprodução

Golpes em 2008 começaram já no início de dezembro com cartões. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Promoções envolvendo o natal foram usadas de temas para golpes. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Cartões falsos tentam identificar supostos remetentes, como 'familiares'. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Cartões de natal em links ou anexos podem trazer vírus. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

'Telegramas Virtuais' também são usados como isca para vírus. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Golpes usando cartões são comuns o ano todo, mas se intensificam nessa época. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Fraudes envolvendo cartões ou mensagens de ano novo também devem aparecer. (Foto: Reprodução )


Foto: Reprodução

Até o início do ano, golpes desejando um feliz ano novo ainda circulavam. (Foto: Reprodução)

Bom, então ... cuidado ... caso vocês também queiram podem enviar essas armadilhas virtuais para análise do CERT, através do e-mail cert@cert.br, sempre enviando junto o cabeçalho do e-mail. Abraço a todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Livro Direito & TI: Cibercrimes: debates contemporâneos sobre a ciberciminalidade

Em 2019 lançamos outro livro com destaque na área de Direito e Tecnologia da Informação. A obra Direito & TI: cibercrimes  contou com a participação de inúmeros autores do Brasil, México e Portugal. O release do livro: A cibersegurança é uma preocupação global, e as legislações têm muito a evoluir, pois a sociedade espera que o Direito resolva os problemas da Tecnologia da Informação, efetivando um controle sobre as condutas, quando essa perspectiva não é realista. O Direito tem a possibilidade de contingenciar os riscos do dia a dia de qualquer atividade, e, especialmente, o Direito Penal, deve ser a última razão de contingenciamento, estabelecendo a conduta e penas respectivas àquelas condutas que trazem danos aos dados ou a informação. Os autores: Emerson Wendt (organizador), Alberto Enrique Nava Garcés, Alesandro Gonçalves Barreto, Andrey Henrique Andreolla, David Augusto Fernandes, Diana Zanatta, Fernanda Brandt, Gabriel Araújo Souto, Iago de Pádua Grillo, Manuel David Massen

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica.  Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados , fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão. Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão , especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui . Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.