Pular para o conteúdo principal

Dicas: Qual o melhor antivírus???


Hoje resolvir reorganizar as janelas laterais do blog, principalmente nas ferramentas de registro e pesquisa de domínios e de rastreio de origem de e-mails (os header analysis). Sobre isso vou fazer outros comentários futuramente, já que serão importantes para o trabalho de pesquisa dos analistas.

Hoje, porém, o assunto é outro. O pessoal costuma me perguntar sobre a questão dos "antivírus". Qual é o melhor? É seguro utilizar antivírus gratuito? Se meu antivírus não encontrar nenhum código malicioso no arquivo como faço para fazer a análise através de outros antivírus? Tenho como passar antivírus sem que ele esteja instalado?

Em primeiro lugar, não sou nenhum especialista no assunto e sugiro que procurem outras fontes de informação também. Quanto à avaliação dos antivírus, digo que é relativa. Nenhum traz 100% de segurança, pois não adianta um bom antivírus se o usuário tem a "síndrome do clique" (sai clicando em tudo que aparece na internet). Quem quiser dar uma olhada, tem sites que fazem a avaliação comparativa de todos antivírus, pelo menos os principais do mercado. Um dos sites é o Super Downloads, no seguinte link. Da mesma forma, o Altieres Rohr, colunista do G1 e responsável pelo site Linha Defensiva, também faz avaliações e recomendações de antivírus.

Quanto aos antivírus gratuito, o de melhor avaliação é o Avast!, seguido do AVG e do Avira, os quais têm proteção residente, porém sem alguns aplicativos na versão free. Também tem o BitDefender, porém sem proteção residente. A outra opção é o Clean AV, open source que também tem versão para uso através o pen drive (já vem junto com os programas portáteis do PortableApps).

Para quem tiver uma reserva econômica, é importante investir em antivírus pago, pois a segurança aumenta. As melhores opções, segundo minha avaliação, são McAfee, Norton e Kaspersky.

Mas, caso mesmo assim, tendo o antivírus, gratuito ou pago, instalado e tenho desconfiança sobre minha máquina estar infectada, o que posso fazer? A verdade é que várias empresas antivírus colocaram ferramentas à disposição dos usuários, facilitando o trabalho e também como forma de divulgar o seu produto. Postei todas essas ferramentas no gadget lateral denominado Scanners Online de Máquinas. São sete opções para os leitores melhor estudarem a funcionalidade dos antivírus e uma forma de auxiliar na escolha do produto a ser adquirido. É bom lembrar que tem de ter um pouco de paciência, pois não é algo rápido escanear uma máquina e pode demorar mais de uma hora.

Da mesma forma, existem opções para escanear arquivos específicos, sendo que algumas ferramentas trabalham com base de dados de mais de 40 antivírus existentes no mercado. Também postei um gadget lateral denominado Scanners Oline de Arquivos. Acesse os sites sugeridos e siga as orientações. Não se preocupe no fato de ter de fazer upload do arquivo, pois é uma situação normal; do mesmo modo, às vezes você terá de entrar em uma fila de análise e pode demorar mais de um minuto.

Bom as opções e dicas estão postas. O importante não é fazer como um amigo meu: "estou bem protegido, pois tenho dois antivírus instalado. O que um não pega o outro cata!" Balela! Não é seguro ter dois antivírus instalados, pois pode gerar o que chamamos de falso positivo ou falso negativo, reconhecendo como código malicioso o que não é e o que não é como sendo.

Abraço e até a próxima!!

Comentários

SS disse…
Olá Emerson, como vão as coisas?

Uma boa referência de comparações/testes independentes de Anti-Vírus é o seguinte site:

http://www.av-comparatives.org/

[ ]s!

Sandro Süffert
http://blog.suffert.com
emersonwendt disse…
Valeu Sandro, obrigado pela colaboração. Abraço. Emerson

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook: Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil. Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDA Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000 - Fonte:  Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica.  Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados , fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão. Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão , especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui . Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.

Tecnologia da Informação & Direito: um livro para o profissional de TIC

Após um longo período do projeto, iniciado lá em 2014 e interrompido em 2015, finalmente (não é em tom de reclamação, mas motivado pela falta de tempo!), lancamos em 2018 o livro: Tecnologia da Informação & Direito. O livro é fruto de uma parceria com a Profª Drª Ângela Kretschmann e visa a trazer aos neófitos nos estudos da interação entre as novas tecnologias e a percepção/recepção pelo Direito, especialmente no brasileiro. Um pouco sobre o livro: Existe um diálogo muito produtivo entre os profissionais da área jurídica e os da tecnológica, que promove contínuo aperfeiçoamento dos dois campos. Nesse sentido, o livro aborda uma noção geral que envolve o estudo do Direito e da Tecnologia, os principais pontos polêmicos que instigam a análise jurídica e o desenvolvimento do Direito para a solução de conflitos típicos da era digital. O enfoque é dado, em especial, após um apanhado geral do Direito, às áreas do direito do consumidor, direito à imagem, delitos cibernéti