Pular para o conteúdo principal

Curso sobre Crimes praticados na internet tem início nesta terça-feira na Academia de Polícia Civil


Realização é uma parceria da Acadepol com o Ministério da Justiça, já em sua nona edição



Iniciou nesta terça-feira, dia 12/05, a 9ª Edição do Curso sobre Crimes Praticados na Internet, realizado pela Academia de Polícia Civil em parceria com o Ministério da Justiça, através da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

A edição contará com alunos policiais de Porto Alegre, Região Metropolitana e Delegacia de Polícia Regional de Osório. Ainda em 2009, deverão ser realizadas mais 10 edições do Curso sobre crimes praticados na internet, várias delas no interior do estado. É a terceira edição de 2009.

Sob a coordenação do Delegado Emerson Wendt, também titular do Serviço de Interceptação de Sinais da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o curso também tem como instrutores, nesta edição, o Inspetor de Polícia Civil Luís Fernando da Silva Bittencourt, o Delegado de Polícia Leonel Fagundes Carivali e o Perito Criminal Evandro Della Vecchia.

Por três dias, 30 agentes e autoridades policiais, inclusive um integrante do Poder Judiciário gaúcho, freqüentarão aulas teóricas e práticas, objetivando capacitar os agentes no combate ao crime cibernético.

Nas aulas, são oportunizadas ferramentas e técnicas de preparo e instalação de redes de segurança e investigação, formatação e perícia em computadores, com monitoramento de aplicativos e softwares.

Nesta edição em especial, o curso terá seu fechamento com uma palestra com dois profissionais da área de "segurança e fraudes eletrônicas" do Sicredi. Serão os profissionais Marcos Leandro Donner, Supervisor do setor do Controles Internos e Segurança, e Vanessa Monticelli, da Governança e Segurança em TI. Essa palestra ocorrerá às 16h de 14/05/09, também na ACADEPOL.

Contando as edições anteriores e terminada esta edição serão 283 profissionais capacitados e aptos ao atendimento das investigações relacionadas aos crimes cibernéticos.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook:
Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil.
Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDARua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000
- Fonte: Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas forças da lei (law enforcemen…

Recomendações a pais, professores e escolas quanto às ameaças de atentado

Pós fato Suzano/SP, o alvoroço nas mídias sociais foi muito grande. Em alguns Estados mais do que outros. Muita trollagen para gerar pânico. Sendo assim, é importante algumas precauções por parte dos colégios/escolas:

Existência de meios físicos de contenção e controle:

- catraca/controle eletrônico de acesso
- controle de entrada e saída de visitantes, com registros de dados
- videomonitoramento, com gravação por pelo menos 10 dias. Ideal é 30 dias

Mecanismos preventivos:

- formatar equipe (interna ou mista interna/externa) de avaliação de ameaças;
- definir comportamentos por ordem de risco e necessidade de contingenciamento;
- definir condutas que demandam intervenção imediata (por exemplo, porte de arma, postagem em redes sociais);
- criar e gerir um sistema anônimo que permita reportar informações com condutas de risco (e-mail, telefone etc.);
- promover ambiente alicerçado em uma cultura de segurança, respeito, confiança e apoio emocional;
- incentivar alunos a compartilhar suas …

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica. 


Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados, fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão.


Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão, especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui.

Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.