sábado, 25 de abril de 2009

Grupo que usava internet para fraudar contas é flagrado em tentativa de suborno

A quadrilha foi presa em Mongaguá, no litoral de São Paulo.
Com a quadrilha, a PM encontrou cartões clonados e senhas.

Fonte: G1, com informações do SPTV

Um grupo suspeito de fraudar contas bancárias pela internet foi preso em Mongaguá, a 89 quilômetros de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira (23). Dois integrantes da quadrilha são suspeitos de tentar subornar policiais militares. As imagens foram gravadas pela TV Tribuna, afiliada da TV Globo.

Veja o site do SPTV

"Deposite esse dinheiro depois das 11h para fazer a transferência de conta." Assim começou a negociação. Uma mulher saiu de São Bernardo do Campo, no ABC, para levar o cheque a pedido do namorado que tinha sido surpreendido pela polícia fraudando contas bancárias pela internet. Eles ofereceram R$ 5 mil de suborno aos policiais, mas assim que o cheque foi entregue os suspeitos receberam voz de prisão.

Veja o vídeo da reportagem.

A prisão aconteceu no bairro Agenor de Campos, em Mongaguá. Segundo a polícia, era numa casa alugada que a quadrilha agia desde o ano passado, quando alguns supostos integrantes foram presos em São Paulo por policiais federais.

A Polícia Militar encontrou cartões clonados com as senhas, além de celulares, pen drives e três computadores. Os criminosos são suspeitos de utilizarem internet móvel para fazer as transações. Eles anotavam em cadernos dados das contas bancárias, informações como data de nascimento dos clientes, CPF e o saldo de cada conta. Com o grupo, foram apreendidos também atestados médicos falsificados e cocaína.

Os quatro homens devem ser levados ainda nesta quinta-feira (23) para o Centro de Detenção Provisória de Praia Grande e a mulher para a cadeia feminina de São Vicente.

Nenhum comentário: