sábado, 25 de abril de 2009

Cavalo de troia russo pede SMS para destravar o computador

Cavalo de troia sequestra o computador e exige envio de SMS para obtenção de código que permite destravar o Windows

Especialistas da PandaLabs descobriram um cavalo de troia russo que “tranca” o computador da vítima e exige que um SMS seja enviado para um número que acarreta uma tarifa extra, como no caso dos 0900. A praga se enquadra na categoria de “sequestradores” ou “ransomware”.

Normalmente esse tipo de código malicioso encripta os documentos da vítima e deixa um aviso, exigindo pagamento para que os arquivos sejam recuperados. É assim que funciona o cavalo de troia Gpcode.

A nova praga, batizada de SMSlock.A, impede totalmente o computador de ser iniciado. Ela exibe uma mensagem, em russo, que instrui o usuário a enviar o SMS e digitar um código na mensagem, para então receber de volta outro, que deve ser digitado para a liberação do computador.

Por enviar a mensagem a um número premium, a vítima irá pagar o autor do vírus por meio da conta telefônica.

Tática semelhante era usada pelos chamados “dialers”. Esses eram softwares instalados normalmente por sites pornográficos que tentavam forçar o computador a discar um número premium para acessar a internet – às vezes até mesmo no lugar do acesso em banda larga – com a justificativa de que o acesso por meio de um número com pagamento de tarifa era necessário para acessar o site adulto.

O SMSlock.A, no entanto, cai na mesma categoria de outras pragas “ransomware”. O primeiro vírus da categoria, conhecido como PC Cyborg Trojan ou Aids Info Disk, surgiu em 1989.

Nenhum comentário: