Pular para o conteúdo principal

Rogério Meirelles da Polícia Federal aborda crimes da era digital



Maior cuidado dos pais pode evitar crimes pela internet, cada vez mais comuns

Novo Hamburgo/RS - O Conselho de Serviços da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha promoveu na terça-feira (16) a palestra "Segurança da Informação", com o agente especial da Polícia Federal, Rogério Nogueira Meirelles. Para o especialista, soluções simples como não adquirir programas piratas, não abrir e-mails desconhecidos e não autorizar que qualquer programa seja instalado em suas máquinas já evitaria grande parte dos problemas. "A questão é que os pais perderam o bonde da história, e muitos não se atualizaram. Então, quem lida com os computadores, indiscriminadamente, são os jovens. Esses jovens, por passarem muito tempo na internet, desenvolvem uma lógica de ética própria, e acabam cometendo crimes", alerta Meirelles.

A prevenção de crimes cibernéticos é cada vez mais complicada, devido as novas tecnologias, o aumento do número de usuários e a inteligência cada vez maior dos hackers (como são chamados os criminosos digitais). Meirelles diz que as fraudes eletrônicas atingem indiscriminadamente empresas, sistemas bancários, sistemas de telecomunicações, órgãos públicos e usuários domésticos. "Hoje tudo é on-line, e esses jovens (quase sempre são jovens) têm um conhecimento acima da média sobre informática, e muito tempo disponível. Em média faturam cerca de R$ 10 mil por mês com fraudes", explica Meirelles.

A Polícia Federal age em casos de ataques contra órgãos públicos, em casos de racismo, pedofilia, terrorismo, tráfico de drogas, e pirataria. "É muito difícil legislar sobre os crimes na internet. Porém, ganhamos um aliado há poucos dias contra a pedofilia. Agora, o simples fato de armazenar fotos e vídeos de menores com conotação sexual já é crime. Antes tinha que haver o repasse dessas imagens para terceiros", observou. Ainda para Meirelles, outros tipos de crimes, como o estelionato digital, dependem de impulsos humanos, alguns bem primitivos. "É o velho 171 só que agora na forma digital. Pois quando alguém acredita em um spam para ganhar alguma coisa, está utilizando sua cobiça e sua ganância, aquela idéia de dinheiro fácil. Está fazendo o mesmo que comprar um bilhete premiado", diz o agente.

Nos casos em que jovens cometem crimes de dentro de casa, um dos principais alertas feito pelo agente da PF é que os pais não deixem os filhos terem o computador dentro do quarto. "É nesse ambiente, sem o controle dos pais, que ocorrem os crimes. Já chegamos em casas onde os pais imaginavam que os filhos estavam seguros, mas estavam na verdade cometendo crimes pela internet", informa Meirelles.

A Polícia Federal tem uma equipe especializada em crimes pela internet, que monitora diuturnamente as atividades no país. Quando recebe uma denúncia ela é analisada. Se confirmada, são feitas apreensões com mandados judiciais. Se confirmado o crime é instaurado um inquérito, e no caso de ser um crime internacional a Interpol é comunicada. "A legislação ainda é muito desatualizada e ineficaz, mas temos realizado várias prisões e desbaratado vários esquemas. Temos tecnologia e pessoal especializado", finalizou Meirelles. Denúncias de crimes pela internet podem ser feitos pelo e-mail dcs@dpf.gov.br.

Fonte: De Zotti - Assessoria de Imprensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Facebook: endereço de envio de intimações e/ou ordens judiciais

Achei interessante atualizar (fev/2018) esse post de outubro de 2011, visando deixar a informação mais correta e atualizada em relação aos procedimentos no Facebook:
Várias pessoas me perguntam(vam) sobre o endereço do Facebook, que anunciou, em 2011, abrir um escritório no Brasil.
Todo o procedimento de tratamento está explicado no nosso livro, escrito com o Dr. Higor Jorge: Crimes Cibernéticos - Ameaças e Procedimentos de Investigação. Veja como adquirir o livro: Como adquirir os livros? O resultado da pesquisa do registro do domínio nos remete a um escritório de registro de propriedade intelectual, porém, o escritório para envio de ordens judiciais e/ou intimações, além de requerimentos, é o seguinte: FACEBOOK SERVICOS ONLINE DO BRASIL LTDARua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 5º Andar, Bairro Itaim Bibi, São Paulo-SP, CEP 04542-000
- Fonte: Jucesp Online Não sabíamos como seria o tratamento das informações e respostas às solicitações das chamadas forças da lei (law enforcemen…

Estamos entre os melhores Delegados de Polícia, segundo Censos de 2017, 2018 e 2019

No ano de 2017 já havíamos sido agraciados com a distinção e citação dentre os melhores Delegados de Polícia na Categoria Jurídica. 


Em 2018 e 2019, segundo o Portal Nacional dos Delegados, fomos novamente escolhidos, dentre os Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão.


Assim, ficamos muito lisonjeados pelo reconhecimento nacional em termos de gestão, especialmente pelo trabalho frente ao Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil, o CONCPC, e, também, da atividade de inteligência. Vejam a lista completa dos agraciados de 2019, clicando aqui.

Seguimos em frente. Deixamos a Chefia da Polícia Civil do RS, deixamos a área de inteligência, porém na vamos continuar nos dedicando à atividade de Segurança Pública.

Recomendações a pais, professores e escolas quanto às ameaças de atentado

Pós fato Suzano/SP, o alvoroço nas mídias sociais foi muito grande. Em alguns Estados mais do que outros. Muita trollagen para gerar pânico. Sendo assim, é importante algumas precauções por parte dos colégios/escolas:

Existência de meios físicos de contenção e controle:

- catraca/controle eletrônico de acesso
- controle de entrada e saída de visitantes, com registros de dados
- videomonitoramento, com gravação por pelo menos 10 dias. Ideal é 30 dias

Mecanismos preventivos:

- formatar equipe (interna ou mista interna/externa) de avaliação de ameaças;
- definir comportamentos por ordem de risco e necessidade de contingenciamento;
- definir condutas que demandam intervenção imediata (por exemplo, porte de arma, postagem em redes sociais);
- criar e gerir um sistema anônimo que permita reportar informações com condutas de risco (e-mail, telefone etc.);
- promover ambiente alicerçado em uma cultura de segurança, respeito, confiança e apoio emocional;
- incentivar alunos a compartilhar suas …